Carreira

Conheça 3 projetos de arquitetura sustentável para se inspirar

julho 4, 2018
Tempo de leitura 4 min

A natureza tem mostrado, por meio de recentes catástrofes, que está chegando ao seu limite. A ação do homem tem a prejudicado progressivamente. Mas você já pensou qual seria o seu papel nesse contexto? Alguns profissionais já estão com as suas mentes voltadas para esse cenário e promovem uma arquitetura sustentável.

Essa forma de desenvolver os projetos é determinante para a preservação da natureza e da nossa qualidade de vida. Para que você se sinta inspirado para os próximos trabalhos, vamos mostrar três exemplos de arquitetura que foram construídos com o olhar sustentável. Aproveite, também, para ler algumas dicas sobre o tema!

Saiba como promover a arquitetura sustentável

O objetivo e o significado nós já sabemos. Mas, para oferecer um projeto de arquitetura assim, temos que ir além das ideias. É preciso dominar os recursos para a sustentabilidade. Podemos citar alguns, de vários exemplos:

  • use os produtos tecnológicos feitos para esse fim, como tetos solares;
  • recicle materiais que poderiam ter sido descartados de forma irregular no ambiente, como pneus, garrafas pet etc;
  • proponha paredes ecológicas e telhados verdes;
  • saiba como usar a luz natural a favor do ambiente;
  • use materiais e técnicas que promovam o isolamento térmico (para lugares que precisam de aquecedores) ou estruturas com melhor ventilação e frescor, para evitar o excesso do uso dos ares-condicionados.

Inspire-se com esses 3 exemplos de projetos sustentáveis

1. Casa Green Screen (Japão)

(Yukinori Okamura)

Essa casa é uma das referências para a arquitetura sustentável. Dispensa o uso de ares-condicionados porque tem uma parte coberta por uma pele feita com as folhas de uma planta chamada ipomeia. Isso dá frescor ao ambiente, além de deixar a casa ainda mais linda.

Além disso, tem um projeto de iluminação inteligente, que permite economizar mais de 90% de consumo de energia. Fica muito mais barato e ainda preserva o ambiente!

 

2. Urban Villas (Suíça)

(LAD Situation)

Essa construção foi feita em um lote inclinado, em frente a um belo lago na Suíça. Não foi economizado nos materiais. Usaram mármores e pedras naturais. No entanto, as casas estão em meio a uma gigante horta.

Além disso, os revestimentos claros e os painéis de vidro aumentam a entrada de luz natural nos lares. Outro recurso usado para preservação foi a escolha de LEDs que não emitem calor. O que representa mais economia, não somente de energia, mas para o bolso.

 

3. A Casa da Folha (Rio de Janeiro)

(Casa da Folha)

Não é só no exterior que temos arquitetos sustentáveis! Podemos citar esse, como um dos exemplos do Brasil. A “Casa Folha” é um projeto realizado pelo Mareines e Patalano Arquitetura localizado em Angra dos Reis, Rio de Janeiro.

A inspiração dos arquitetos remete à história do país, por meio da arquitetura indígena e a necessidade de construir habitações funcionais em harmonia com a realidade climática do país. Nessa A Casa Folha se inspirou nessas técnicas e colocou em prática os conceitos de forma moderna e contextualizada ao período atual, utilizando recursos como:

  • uso de materiais naturais e renováveis;
  • resfriamento passivo (um conjunto de tecnologias usadas com o objetivo de reduzir a temperatura do local sem a necessidade usar fontes de energia elétrica ou combustíveis, que podem ser prejudiciais ao ambiente);
  • ventilação natural;
  • iluminação natural.

Toda a água vinda da chuva é colhida pelo telhado da casa, que tem acabamentos naturais. O aproveitamento dessa água é benéfico para o meio ambiente e pode ser reproduzido sem muitos problemas em qualquer projeto de arquitetura.

 

Descubra como se tornar um arquiteto sustentável

Para o seu escritório de arquitetura ser sustentável, é necessário bastante estudo a respeito das questões ambientais e de como elas devem influenciar em toda a sua rotina. O conhecimento superficial pode fazer com que você faça escolhas inviáveis.

Você também precisa, necessariamente, ter bastante consciência na hora de substituir materiais. Pense sempre na consequência, analise o custo vs a durabilidade do projeto, bem como as manutenções, o conforto etc. Por mais que a prioridade seja a sustentabilidade, não precisa passar por cima da responsabilidade de entregar um projeto satisfatório.

Se você quer se aperfeiçoar na arquitetura sustentável, precisa participar dos workshops que produzimos para arquitetos e designers de interiores, com o objetivo de capacitá-los para tal. Nesses eventos você pode, inclusive, produzir um projeto sustentável, adicioná-lo ao seu portfólio e usá-lo como inspiração para todos os seus próximos trabalhos!

Que tal? Entre em contato conosco e saiba quais são esses eventos!

    Scroll Up